Quem faz a vida dos sonhos somos Nós. Acordadas! E de olhos bem abertos.

img_4714

Você já pensou na vida que você quer ter? Na vida que você quer viver? Na vida dos seus sonhos?

Muitas vezes quando parei para pensar sobre o assunto e fazer o exercício de imaginar como seria a minha vida dos sonhos eu perguntei para mim mesma se valeria ou não a pena fazer o que estou a fazer. Ser eu mesma, cabeça dura, sonhadora; se valia ou não a pena criar um blogue. Ser blogueira e expor tanto da minha vida, dos meus sentimentos e das minhas frustrações, sonhos e ambições através das estórias que partilho aqui no blogue todas as semanas.

Para ser bem sincera na maior parte das vezes não me veio nada a cabeça. Simplesmente não consegui imaginar nem criar para mim mesma a imagem da minha vida dos sonhos. Como seria, com quem estaria e o que estaria a fazer.

Mas depois de pensar mais um pouco sobre o assunto eu percebi que talvez essa não   era toda a verdade. Talvez porque a realidade já foi tão imponente e já me mostrou que não adianta imaginar nem sonhar com as coisas porque a vida se encarrega de mostrar que é ela quem realmente manda nas coisas. Nada de pensamento positivo nem de conversas sobre o poder do pensamento positivo nem do tal “O Segredo” mas sim de vida real. A vida tal como ela é!

Eu já tenho a vida dos sonhos. Tudo aquilo que eu sempre quis ser e ter —em partes. Eu tenho amor, trabalho, os meus objectivos, minhas metas, tenho uma família, poucos e bons amigos e mais importante eu tenho garras para ir atrás dos meus sonhos.

Quando eu era mais nova e obcecada pelas novelas brasileiras, a minha vida dos sonhos era a vida das personagens das novelas. Quem já viu as novelas de Manuel Carlos o escritor e autor Brasileiro? Pois é, nas novelas de Manuel Carlos aquelas aonde a personagem central chama-se Helena. Eu era a Helena. Claro que não todas as Helenas. Eu era a Regina Duarte em Por Amor e Páginas da Vida, ou a Verá Ficher em Laços de família. Claro que sem todo o drama, com as filhas nem as tragédias. Pense apenas na Helena em sozinha em casa. Pense no lado estético da sua vida. Uma mulher independente financeira e emocionalmente, uma mulher determinada, dona de si, mas ao mesmo tempo sensível e meiga. Pense que a trilha sonora da sua vida é uma das músicas de Gal Costa, Roberto Caros ou Como vai você? na voz de Elba Ramalho. Essa era a vida dos meus sonhos!

Depois, com passar dos anos eu cresci e tive a oportunidade de observar mais. Algumas crenças e sonhos caíram por terra, mas comecei a admirar os personagens dos filmes franceses em especial os filmes sobre a vida das parisienses. Claro que eu estou a falar da melhor versão caricata da vida da francesa Parisiense de classe média alta e de classe alta. Todas as vezes que estive em Paris e tive a oportunidade de interagir e de observar as francesas percebi que a sua vida real real é muito semelhante a tudo aquilo que  os franceses retratam no cinema.

Muitas foram as vezes em que eu fiquei parada a observar; de um terraço, de uma janela do quarto, da sala ou da cozinha, de um apartamento em Paris. Eu via a vida destas mulheres passar diante dos meus olhos e sim —tirando as dores de cabeça diárias é essa era a vida que eu queria para mim. A trilha sonora da minha vida era Edith Piaf ou Aznavour.

Talvez por isso, apesar das incertezas, das dificuldades, dos trancos e tantos barrancos eu escolhi escrever. Retratar a vida e todas as suas facetas. Mas na verdade para ter a vida que sempre quisemos ter é preciso muito mais do que aquilo que as novelas ou o cinema nos apresenta.

Para ter a vida dos sonhos é preciso coragem, persistência, determinação, esforços e alguns sacrifícios. A vida dos sonhos da muito trabalho. E a vida dos meus sonhos tem a minha cara e de mais ninguém. Tem as minhas particularidades. As minhas qualidades e os meus defeitos.

O Steve Jobs, a Oprah Winfrey e todas as pessoas que admiramos e idolatramos podem falar o que quiserem sobre o seu caminho para o sucesso, mas a verdade é que cada um tem o seu. As alegrias, as dificuldades, as incertezas, os desafios todas são individuais. Não existe fórmula. Até porque, a minha vida dos sonhos é só minha. A sua vida dos sonhos é só sua.

A vida dos nossos sonhos só acontece quando você se compromete. Precisa de tempo, de muita paciência, tapar os ouvidos para todo o ruído externo e interno, encontrar e se agarrar ao seu sistema de apoio. A vida dos nossos sonhos está cheia de bons e maus momentos, por vezes os sonhos podem até parecer pesadelos. Ela é agridoce! E para muitos, mais de 50% desta vida é dedicada ao trabalho, a carreira, é feita de escolhas certas e erradas. A vida que você quer ter e viver precisa de toda uma vida para ser vivida. É preciso sonhar sim, mas de olhos bem abertos e atentos.

img_4711

4 Comments Add yours

  1. Sissy Soares diz:

    Marcela querida esse post está top top.
    Partilho da mesma opinião,pois cada um tem os seus ideais e não devemos nos fantasiar de viver a vida dos outros e perdermos a nossa própria.😘

    Liked by 1 person

    1. marceladeaguiar diz:

      Obrigada Sissy 😘

      Gostar

  2. Maria Ivone diz:

    Marcela… Uma vez mais amei o texo… “O Steve Jobs, a Oprah Winfrey podem falar o que quiserem sobre o seu caminho para o sucesso, mas a verdade é que cada um tem o seu”.
    Para mim é muito bom saber que mesmo sendo tão jovem já tens uma visão tão realista, objectiva, prática e madura. Parabéns.

    Liked by 1 person

    1. marceladeaguiar diz:

      Oh Ivone! Muito obrigada por estas palavras.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s